Buscar
  • sagire

Não tente vencer a IA, funda-se com ela

Atualizado: 14 de Out de 2020

A pouco mais de 20 anos, Garry Kasparov, um dos maiores jogadores de xadrez de todos os tempos foi derrotado por um computador, o Deep Blue da IBM. Mas o que ele teria aprendido ao longo desses 20 anos?



O campeão de xadrez Kasparov, hoje, dá as boas-vindas aos nossos novos colegas robôs.


Kasparov, vai além e conclui: “A IA nos ajudará a liberar a criatividade humana. Os humanos não serão redundantes ou substituídos, eles serão promovidos.”


Ele acredita em uma inteligência aumentada, onde máquinas e humanos trabalham juntos para criar ferramentas mais inteligentes. Os empregos vão evoluir e se adaptar, abrindo novas carreiras e setores. Ele prevê um futuro em que os humanos não precisem se tornar especialistas em programação para trabalhar com IA, já que as máquinas serão avançadas o suficiente para entender e receber instruções ouvindo a voz humana.


“Eu perdi [xadrez], mas sobrevivi, e pensei que se você não pode vencê-los, junte-se a eles. A partir de agora não temos escolha a não ser trabalhar com máquinas e fazer os melhores algoritmos”, concluiu.


23 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo